FRETE GRÁTIS COMPRAS ACIMA DE R$100 FRETE GRÁTIS COMPRAS ACIMA DE R$100 FRETE GRÁTIS COMPRAS ACIMA DE R$100

News RSS



J. BORGES: O ARTISTA RAIZ

José Francisco Borges (Bezerros, Pernambuco, 1935). Artista popular, xilogravador e poeta. Filho de agricultores, frequenta a escola aos 12 anos, apenas por dez meses. Realiza diversas atividades: é marceneiro, mascate, pintor de parede, oleiro etc. Em 1956, compra um lote de folhetos de cordel e começa a atuar como vendedor em feiras populares. Em 1964, escreve seu primeiro folheto, O Encontro de Dois Vaqueiros no Sertão de Petrolina, que é ilustrado pelo artista Dila (1937), de Caruaru, e publicado pelo folheteiro Antonio Ferreira da Silva, que acompanhava J. Borges nas feiras do interior. O folheto é um sucesso e vende cinco mil exemplares em apenas dois meses. Na segunda publicação, O Verdadeiro Aviso de Frei Damião sobre os Castigos que Vêm, J....

Continuar lendo



ANNA MARIANI E AS FACHADAS

Anna Mariani: 04-07-1935 Local de nascimento:(Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro) Anna Helena Mariani Bittencourt (Rio de Janeiro RJ 1935). Fotógrafa. Estuda fotografia com Claude Kubrusly, Cristiano Mascaro (1944- ) e Maureen Bisilliat (1931- ). A partir da década de 1970, viaja ao Recôncavo Baiano e documenta a paisagem, as manifestações culturais e o trabalho feminino em atividades tradicionais. Torna-se conhecida principalmente pelas fotografias de fachadas e detalhes da arquitetura de habitações populares, que realiza desde 1976, ao publicar os livros Pinturas e Platibanda, em 1987, e Façades, em 1988. Suas fotografias apresentam as fachadas sempre em um ângulo frontal, sem a presença do elemento humano e sem a interferência da paisagem. Em 1992, publica Paisagens, Impressões - O Semi-Árido Brasileiro, no qual reúne fotografias de paisagens...

Continuar lendo



AS LINHAS LEVES DA ANA KRAŠ

  A delicadeza dos trabalhos da artista Ana Kraš é contagiante. Ana Kraš nasceu em Belgrado (Sérvia) em 1984. Ela trabalha principalmente em projetos de design de móveis, desenhos e fotografia. "Eu gosto de trabalhar em diferentes projetos em paralelo. Faço móveis e essa é a parte mais 'séria' e demorada. Às vezes faço design gráfico e às vezes desenho ou pinto. Eu também tiro fotografias. Eu realmente não trabalho como modelo, mas se alguém me pedir para fazê-lo e for pago corretamente, é claro que eu digo sim!" Basta uma breve passeada pelas suas produções e somos tomados por uma silêncio imenso, preenchido de leveza. Seja em suas linhas coloridas tramadas sobre estruturas de arames que formam luminárias cheias de presença ou em linhas...

Continuar lendo